DECEPCIONADO COM DEUS

imagem extraída de: https://www.revide.com.br/

E Davi, e toda a casa de Israel, festejavam perante o Senhor, com toda a sorte de instrumentos de pau de faia, como também com harpas, e com saltérios, e com tamboris, e com pandeiros, e com címbalos. E, chegando à eira de Nacom, estendeu Uzá a mão à arca de Deus, e pegou nela; porque os bois a deixavam pender. Então a ira do Senhor se acendeu contra Uzá, e Deus o feriu ali por esta imprudência; e morreu ali junto à arca de Deus. E Davi se contristou, porque o Senhor abrira rotura em Uzá; e chamou àquele lugar Perez-Uzá, até ao dia de hoje. E temeu Davi ao Senhor naquele dia; e disse: Como virá a mim a arca do Senhor?
E não quis Davi retirar para junto de si a arca do Senhor, à cidade de Davi; mas Davi a fez levar à casa de Obede-Edom, o giteu. 2 Samuel 6.5-10

Quando falamos do rei Davi, relembramos a sua vitória contra o gigante Golias e seus atos heroicos que ele realizou em todo o Israel. Esse texto mostra a primeira coisa que Davi fez após assumir o trono, ele foi atras da arca da aliança, que naquela época, era a presença de Deus, pois o poder de Deus habitava na arca, pois Moisés a construiu para que Deus andasse com eles no deserto.

Contudo, aquilo que começou com festa, se tornou um momento de grande frustração. Uzá foi consumido apos tropeçar e tocar na arca e isso fez com que Davi pegasse rancho de Deus e se decepcionasse com Ele.

A palavra diz que Davi ficou contristado (triste, magoado) com o que aconteceu e essa magoa o levou a abandonar a arca de Deus. Diz também que Davi temeu ao Senhor, e esse temer aqui, não tem nada haver com reverencia ou respeito, mas sim com medo, o que nos faz entender que alem de triste, Davi também ficou com medo de Deus.

Por isso, ele retirou-se para longe da arca de Deus e a levou a casa de Obede-Edom. O que acontece depois é mais interessante, por mais que não esteja em cronologia correta a narrativa bíblica, dizem os estudiosos epicureus e mestres das escrituras, que apos esse afastamento, Davi pecou com Bate -Seba. 

Apos esse acontecimento, Davi teve outra decepção. Apos recuperar a arca e trazer para a cidade de Davi (Belém de Judá, Jerusalém), ele quis construir o templo e Deus falou que não. Então, Davi fez o que fazia de melhor, foi para a guerra. Interessante, que todos esses eventos seguem de forma alinhada ate o seu pecado com bate seba, mostrando como uma decepção nos leva a pecar. 

Nao estamos falando de qualquer pessoa, estamos falando do grande rei Davi, o homem segundo o coração de Deus. O adorador fiel que não fazia questão de sua posição como rei e se importava mais em adorar a Deus junto com o povo, pecou e se revoltou com Deus. Apos um acidente, uma decepção, ele fica perdido por um momento e acaba cometendo um erro terrível que acaba prejudicando o resto da vida. Como assim Davi?

Quando abandonou a arca começou a decadência em sua vida, enquanto na casa de Obede-Edom começou a prosperidade e as bençãos, desse modo, aprendemos que as circunstancias da vida pode nos fazer se sentir decepcionados com Deus e essa decepção nos leva a se revoltar e se afastar de sua presença, trazendo, consequentemente, pecado e confusão na nossa vida. 

O interessante é que Davi tinha boas intenções. ele queria agradar a Deus, mas em circunstancias infelizes, ele se revoltou, ficou magoado e se afastou da presença e quando estava distante, pecou, contudo, apos ficar sabendo de como a casa de Obede-Edom estava prosperando, ele voltou, pois Davi, mesmo em pecado, não sabia viver sem a presença de Deus, pois ele mesmo disse: "Não me lances fora da tua presença, e não retires de mim o teu Espírito Santo". Salmos 51:11

Todos nós um dia, iremos nos decepcionar com Deus, mas que possamos, assim como Davi, entender que não é culpa de Deus, que a vida muitas vezes é injusta e acontece coisas que não entendemos, e possamos ficar firmes, e se porventura pecarmos, possamos orar como Davi orou e nos reconciliar com Deus, buscando-o enquanto se pode achá-lo.

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS:

.

0 Comments:

Postar um comentário