O SIGNIFICADO DE SER CRISTÃO

imagem extraída de: missaonovavisao.com.br


Estou pensando muito nesse assunto.O que é ser cristão? Na teoria,  responder essa pergunta é fácil, mas na pratica fica complicado. Literalmente, cristão significa ser seguidor de Cristo ou um "pequeno cristo". Porem, para Deus, o significado de ser cristão é muito mais do que isso. Ele quer nos transformar a imagem de seu filho para que desse modo, possamos ser chamados filhos de Deus. Nem todos são filhos e somente os que agradarem a Deus serão chamados de filhos. Ai começa a questão mais importante, afinal, para ser semelhante a Cristo devemos imita-lo e considerar suas atitudes.
Assim sendo, humanamente falando, Cristo foi obediente em tudo. Mesmo sabendo de seu destino final e de como seria sua morte, mesmo angustiado no jardim ele deixou claro que veio para fazer a vontade do Pai. Ate quando era um adolescente ele tinha essa consciência (Lc 2.49).
Então o passo inicial para sermos semelhantes a Cristo é sermos obedientes, e até a morte, como Cristo foi. 
Cristo amou. Suas pregações possuíam autoridade, pois tudo que lhe saia da boca era verdade em sua vida. Vemos ele perdoando aqueles que lhe traíram e lhe condenaram a morte (Lc 23.34), tocando pessoas excluídas da sociedade (Mt 8.3), conversando com pessoas inadequadas para a religiao (Mc 2), esteve em festas se divertindo (João 2). 
Claro, sua natureza era divina e ele não tinha em si a natureza pecaminosa, todavia, isso não lhe impediu de ser tentado (Mt 4), e se ele não vigiasse poderia pecar, pois ele mesmo sentia a fraqueza da carne ( Mt 26.41). Por isso, ele tinha vida regrada de oração e a palavra de Deus estava em seu coração, o que lhe santificava. 
Ele nos deu exemplo, não nos envergonhou e nem nos condenou por causa de nossos erros, afinal, quem condena é a religião. Ele sabe que todos nós temos pecado (Jo 8.11). Ele nos mostrou que não há nenhum problema estar com os amigos, estar em uma festa. Mas, ele era sério, sua vontade era satisfazer a vontade de seu Pai (João 4.34; 6.38) e era isso que estava baseado todas as suas atitudes e que era o seu diferencial. 
No dia em que tomarmos consciência que devemos viver para a gradar a Deus em tudo o que fazermos, então seremos verdadeiros cristãos. Pecar não é o problema, pois cometer pecado é muito relativo, o problema é você saber fazer o bem e não o fazer ai sim você estará pecando (Tg 4.17). Obviamente que exagerar em tudo ao ponto de passarmos vergonha não é agradável. Pecado pode ser reconhecido e nossa consciência nos acusa. Tudo o que erramos e não nos trouxe nenhum aprendizado é pecado. 
O que é a vontade de Deus? Apenas duas: Ser agradecido 1 Ts 5.18 e a nossa santificação 1Ts 4.3 que nada mais é do que viver uma vida integra, honesta, verdadeira, equilibrada, assumindo a responsabilidade de nossas atitudes, não julgando e nem condenando, mas sendo manso, amável, tendo boa fama, isso é santificação. 
Portanto, ser cristão é imitar a Cristo em tudo e ele disse que isso é possível sim, basta queremos e termos força de vontade. "Sede perfeitos como é perfeito o vosso Pai que está nos céus" (Mateus 5.48). Veja a diferença do verdadeiro para o FALSO CRISTÃO.

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS:

.

    Blogger Comment
    Facebook Comment

1 Comments: